Escaladoras nuas na Serra do Cipó

Um ensaio fotográfico lindíssimo registra escaladoras nuas na Serra do Cipó.

Corpos e pedras se misturam em um ensaio de tirar o fôlego de escaladoras nuas na Serra do Cipó e nós lhe convidamos para conhecer um pouco mais desta história e conferir as fotos aqui no Portal Serra do Cipó Turismo.

A fotografa mineira Josiene Magalhães, por um acaso do destino, especializou-se no que ela mesmo intitula de “fotografia feminina”. Assim Jo, como gosta de ser chamada, começou a lapidar uma especialidade focada em um nicho específico, o qual procura fotografar essencialmente mulheres que desejam presentear os maridos com um álbum sensual.

Jô Magalhães, que é formada em jornalismo, possui experiência de mais de 10 anos trabalhando como fotógrafa profissional e a partir deste tipo de demanda e sua forma de realizar os ensaios, sempre com muito bom gosto e talento, começou a ganhar dimensões que já transcendiam os parâmetros que estabeleciam um simples ensaio fotográfico.

Por meio de suas lentes a fotógrafa mineira começou a perceber que cada uma de suas modelos, ao final de cada ensaio, ficavam com a auto-estima renovada e visivelmente sentiam-se mais confiantes.

Como todas as suas clientes ficavam satisfeitas com o resultado, o marketing de boca-a-boca fez com que uma escaladora entrasse em contato com Jô com um pedido singular: realizar um ensaio no mesmo estilo do Stone Nudes (trabalho realizado pelo fotógrafo americano Dean Fidelman).

Jô Magalhães, que já tinha praticado escalada em sua vida e já conhecia o trabalho pedido pela cliente, aceitou o desafio e, assim, viu nascer um novo estilo em sua galeria de habilidades fotográficas.

Desta iniciativa, que já tem mais de um ano, a fotógrafa constatou que suas clientes “queriam vivenciar essa experiência de conexão do corpo com a pedra e se sentiram mais inspiradas depois de ver o Stone Nudes”, explica.

A fotógrafa mineira, entretanto, optou por um diferencial em relação ao trabalho do americano: todas as fotos são coloridas.

Pela qualidade apresentada neste projeto, Jo Magalhães obteve feedback muito positivo de cada uma de suas modelo o que, evidentemente, incentiva a fotógrafa a esperar por mais oportunidades de clicar outras pessoas e em outros lugares.

Uma de suas clientes não hesitou em declarar que “Estar lá na pedra, de corpo entregue, foi mais bonito que o resultado final. E o resultado final, foi maravilhoso!”.

Josiene espera o contato de mais pessoas interessadas no trabalho, o qual é pioneiro no Brasil, para que com uma quantidade razoável de fotos decidir como será a publicação de sua obra de arte para o público em geral.

Para fazer contato com a fotógrafa, utilize um dos canais de contato que possui: